Pular conteúdo

Fogueira

As pessoas passam horas sentadas em sessões de treinamento, examinando manuais de orientação e jogando jogos corporativos de e-learning para aprender o know-how para suas novas posições. Mas a realidade é que a maior parte do conhecimento dos funcionários é adquirida por meio da experiência social. O Campfire alavanca nossas tendências naturais para contar histórias, dando aos participantes um formato e um espaço para compartilhar histórias de trabalho - de tentativa e erro, fracasso e sucesso, competição, diplomacia e trabalho em equipe. Campfire é útil não apenas porque atua como um jogo de treinamento informal, mas também porque revela pontos em comum (e diversidade) na percepção e experiência das pessoas. - Esta sessão pode ser revisada para ser usada como aquecimento, quebra-gelo, sessão de aprofundamento, em qualquer lugar que a narrativa possa ser útil para o seu grupo / equipe.

Conheça Liderança do Futuro

Um curso online de 6 semanas para transformar o seu jeito de liderar com base em ferramentas e a mentalidade de um líder do futuro.

Saiba Mais

60-120 min

Período de tempo

2-40 pessoas

Tamanho do grupo

FLIP CHART / QUADRO BRANCO, CANETAS & CADERNOS

Materiais utilizados

Passo 1

Antes da reunião, faça um brainstorm de 10 a 20 palavras ou frases que você pode usar como palavras-chave para iniciar a sessão de narrativa. Escreva-os em post-its. Sugira temas para a narrativa - foco principal em histórias positivas ou neutras:

  • Parcerias;
  • Colaborações incríveis;
  • Primeiro dia/semana no trabalho;
  • Viagens de trabalho;
  • Projeto;
  • Clientes;
  • Experiências inspiradoras;
  • Oportunidade de crescimento e assim por diante.

Passo 2

Afixe as notas adesivas na sala de reunião em um espaço visível para todos os jogadores e dê a eles acesso a marcadores e mais notas adesivas. Diga a eles que esta é uma “fogueira” no local de trabalho e a única coisa que eles são convidados a fazer é compartilhar histórias como um “programa de treinamento da empresa” informal. Mostre-lhes a “parede de palavras” e peça-lhes que dediquem de 1 a 3 minutos para examiná-las e relembrar uma história associada a uma delas. Para ajudar o grupo a se aquecer, comece você mesmo a sessão de contar histórias removendo uma das palavras da parede e afixando-a em um espaço próximo. Em seguida, conte sua história.


Passo 3

Peça a um voluntário para continuar o que você começou, tirando outra palavra da parede e postando ao lado da sua. Isso inicia o “tópico da história” de nota adesiva.


Passo 4

Antes que o primeiro jogador comece sua história, peça-lhe que leia em voz alta a palavra que escolheu e, em seguida, instrua os outros jogadores a ouvirem com atenção sua história e a anotar uma palavra ou frase em um post-it que os lembre de outra história relacionada ao trabalho. Se nenhuma palavra na história do jogador chamou sua atenção, eles são convidados a puxar uma nota adesiva de sua “parede de palavras” original.


Passo 5

Depois que o jogador concluir a primeira história, peça a outro voluntário para se aproximar da parede e postar seu próprio post-it ou pegar um da “parede de palavras”. Peça-lhe que leia sua palavra em voz alta e depois compartilhe sua história.


Passo 6

Repita esse processo até que os jogadores tenham criado um “fio de história” semelhante a uma cobra, que atua como um arquivo da conversa sobre a fogueira. Use seu bom senso para determinar quando terminar a sessão de narrativa. Antes de “apagar” o fogo, pergunte aos jogadores se há algum insight, aprendizado ou pensamento final que eles gostariam de acrescentar.


Passo 7

Estratégia

Seu papel como líder da reunião é simplesmente encorajar o compartilhamento de histórias relacionadas ao trabalho. Se você encontrar uma calmaria na linha de narrativa, remeta os funcionários de volta à “parede de palavras” ou peça a alguém para lançar uma história “coringa”. Você também pode compartilhar suas próprias histórias relacionadas ao trabalho que são acionadas por histórias dos jogadores. Você pode deixar as histórias derivarem para tópicos menos positivos ou neutros se achar que os jogadores precisam de alguma catarse, mas esteja preparado para gerenciar o que pode surgir e não deixe a reunião terminar de forma amarga.

O objetivo da Fogueira é simples, mas poderoso. Ela incentiva o compartilhamento, mostra as muitas coisas que os funcionários têm em comum e diversidade, e aproveita a tendência natural de o treinamento dos funcionários ocorrer por meio do diálogo informal. Os humanos querem contar histórias; você provavelmente descobrirá que os jogadores demoram a compartilhar experiências, mesmo após o término da reunião.

Fontes e afins

Gamestorming. Este jogo foi inspirado em “Tell Me a Story”:Narrative and Intelligence*(Rethinking Theory)*, de Roger Schank e Gary Saul Morson.

O carrinho está vazio