Pular conteúdo

O jogo do esboço

Um exercício de desenho que nos mostra como podemos ter diferentes perspectivas e diversidades culturais sobre vários assuntos e/ou objetos, pode nos ajudar a desvendar algumas de nossas suposições e preconceitos inconscientes. A tarefa é simples de executar e não requer mais do que 6 páginas A4 e/ou post-its, uma caneta para cada participante, e um Miro/Mural ou quadro branco virtual.

Conheça nossas opções in-company

Descubra nossa metodologia exclusiva para ajudar a sua organização a se transformar e alcançar o sucesso de forma mais ágil e inovadora. Desde workshops e eventos, até jornadas de aprendizado e sprints, desenhamos soluções sob-medida para sua empresa.

Saiba Mais

60-120 min

Período de tempo

2-40 pessoas

Tamanho do grupo

FLIP CHART / QUADRO BRANCO, CANETAS & CADERNOS

Materiais utilizados

Passo 1

Instruções

O facilitador apresentará aos participantes 6 objetos ou assuntos para desenhar em cada A4/post-it. É importante dar tempo a cada participante para se relacionar e refletir sobre o que “parece” para eles.

Pode ser benéfico para grupos que trabalham regularmente juntos fazer este exercício com palavras que usam em seu trabalho diário, para que tenham um bom entendimento dessa palavra. As pessoas podem ter uma compreensão diversa da mesma palavra.

O facilitador pede aos participantes que primeiro escrevam a palavra no topo do A4/post-it e, em seguida, desenhem seu entendimento sobre a mesma.

Exemplos: felicidade, família, interesses, professor (es), idioma, férias, etc.

Instruções online: Use um quadro branco virtual (Miro, Mural ou sua escolha). Você pode fazer com que os participantes desenhem, fotografem e postem em sua plataforma preferida, onde possam ver os desenhos uns dos outros - e onde possam agrupar os desenhos.


Passo 2

O facilitador posta 6 tópicos (em uma parede ou quadro branco virtual) com espaçamento suficiente entre eles.


Passo 3

Os participantes agora devem agrupar seus desenhos ao lado do TÓPICO e aguardar até que todos tenham terminado.

Assim que todos os desenhos estiverem prontos, faça com que os participantes vejam todos os desenhos.

Alguns desenhos têm semelhanças e outros não têm nenhuma correlação.

O que isso nos mostra?

Que todos nós temos uma variedade de conhecimentos e experiências de coisas com base em nossas origens.


Passo 4

Reflexão

O facilitador faz a cada grupo as seguintes perguntas para sua reflexão:

  • Quais são as semelhanças que você vê?
  • Quais são as diferenças que você vê?
  • O que te surpreendeu?

Passo 5

Compartilhamento de grupo

O facilitador pede aos membros do grupo que compartilhem quaisquer percepções ou qualquer coisa que considerem valiosa neste exercício.


Passo 6

Notas:

Em ‘família’, um participante pode ter desenhado uma família composta por dois pais em comparação com outro participante que desenhou apenas um dos pais, potencialmente indicando que eles são responsáveis por um único pai.

Em ‘férias’, um participante desenhou um resort hoteleiro em Gran Canaria, enquanto o segundo participante desenhou a casa de um parente em seu país de origem, a Tunísia.

No caso de ‘professor’, até mesmo um grupo de professores desenhava uma pessoa na frente de um quadro com uma vara na mão, apesar de não ver seu papel de professor dessa forma.

Quando este exercício é usado? Quando há necessidade de entender o que as pessoas entendem por palavras específicas.

Por exemplo: No trabalho em equipe, em qualquer tipo de comunicação em geral. Quando há um desejo de desbloquear alguns de nossos preconceitos e suposições inconscientes sobre como pensamos e comunicamos várias palavras e conceitos.


Fontes e afins

Com curadoria de alunos do Digital Media Creative 2021 da Hyper Island (Grupo de interseccionalidade).

Fonte: Mona Ebdrup e Abdul Dube www.visual-confidence.com

O carrinho está vazio